Header Ads

Últimas

Sikêra Jr. terá de idenizar Viviany Beleboni em R$ 30 mil após ataque homofóbico

Sikera Jr. usou uma imagem de Viviany para comentar um crime cometido por um casal de lésbicas que ele chamou de "raça desgraçada"

 

A fala homofóbica do apresentador Sikêra Jr. dessa vez irá doer no bolso. O contratado da RedeTV, emissora apoiadora do governo Bolsonaro, foi condenado a indenizar a atriz trans Viviany Beleboni em R$ 30 mil, após usar uma foto dela para ofender a comunidade LGBTQI+.

Viviany foi destaque em 2015 numa escola de samba ao desfilar crucificada, a imagem rendeu polêmicas e ataques a ela, que chegou a ser ameaça de morte. Essa mesma imagem foi utilizada por Sikêra para comentar sobre um crime cometido por um casal de lésbicas, onde ele classificou como um "lixo", "bosta" e "raça desgraçada".

O apresentador se defendeu na justiça alegando que não tentou ofender Viviany e nem compara-la a criminosos, “apenas emitiu opinião sobre movimentos que, como a Parada Gay e seus adeptos, tratam com chacota os símbolos do cristianismo”, diz trecho do documento.

“O fato de a autora ser artista reconhecida não autoriza que possa ter sua imagem exposta sem autorização e ser chamada de ‘raça desgraçada’ em contexto de crítica à prática de um crime que com ela não tem qualquer relação”, argumento o juiz Sidney da Silva Braga na sentença que condenou o apresentador a indenizar Viviany.

Nenhum comentário