Header Ads

Últimas

Aos 90 anos, americano sai do armário, revela ser gay e agradece apoio da filha

Kenneth Felts fez uma publicação em uma rede social tornando pública sua sexualidade, ele contou ainda sobre o seu primeiro e grande amor por outro homem


Kenneth Felts, um morador do Colorado nos Estados Unidos, mostrou que nunca é tarde para sair do armário, ser quem você realmente é, e finalmente ser feliz. Aos 90 anos ele revelou publicamente que é gay, tudo isso com a ajuda da filha, Rebecca Mayes, que é assumidamente lésbica.

Em entrevista ao Washington Post, ele contou que se descobriu gay aos 12 anos, mas que sempre manteve sua sexualidade em segredo. Durante o isolamento social motivado pela pandemia de COVID-19, Felts resolveu escrever suas memórias e nesse processo lembrou do seu grande amor por outro homem na juventude. Com a ajuda da filha, ele publicou em sua página num rede social "Estou livre, eu sou gay e estou fora do armário", justamente no mês do Orgulho LGBTQIA+.

“Por um longo tempo, a verdade ficou enterrada no fundo da minha alma e eu adotei uma persona heterossexual, porque não achava que tinha outra escolha”, explica. “Eu teria que lidar com todo o desprezo da sociedade, ser rotulado de pervertido ou desviado. Mas as pessoas estão aceitando muito mais hoje e senti que precisava encontrar a coragem”.


Felts contou detalhes sobre Phillip, o seu "primeiro grande amor" que conheceu na década de 50 na Califórnia. Por medo e todo o preconceito da época os dois não puderam viver esse amor, mas que segundo Felts, nunca foi esquecido. "Liguei para todos os Phillip da lista telefônica da Califórnia", contou.Infelizmente os dois não puderam se reencontra, já que Phillip morreu há dois anos. Hoje fora do armário e aceito pela filha, Felts conta como é a nova vida: "Eu tive tanto apoio e amor . Eu não sabia o quanto esse segredo dominava minha vida até que finalmente saí do armário".

Nenhum comentário