Header Ads

Últimas

"Há pelo menos um jogador de futebol gay em cada time de futebol", afirma jogador do Watford




Troy Deeney, atacante do Watfor, time de futebol inglês, deu uma declaração reveladora durante entrevista a BBC. Segundo o jogador, a presença de gays é bem maior no meio futebolístico do que imaginamos, ele afirma que alguns até falam abertamente do assunto, desde que alguém o faça primeiro.

"Eu diria que provavelmente há pelo menos um jogador de futebol gay ou bissexual em cada time de futebol. Eles estão lá, estou 100% certo de que é assim. Se alguém se assumisse, estou convencido de que na primeira semana haveria pelo menos cem pessoas que fariam o mesmo. O problema é que ninguém quer ser o primeiro", afirma Deeney.

A homofobia e o medo que ela afete a carreira dos esportistas é o principal motivo, que faz com que vários jogadores permaneçam no armário, segundo Deeney. Ele afirma ainda que alguns esportistas preferem encerrar a carreira para só depois fazer seu outing.Ser gay no meio do futebol ainda é visto como algo negativo.

"Também me pergunto por que muitos esperam parar de jogar futebol, rugby ou qualquer outro esporte que pratiquem e depois admitem que são homossexuais. A impressão é que é algo realmente pesado para carregar durante sua carreira esportiva", disse o atacante de 31 anos.

GAYS ASSUMIDOS NO FUTEBOL

Em 2014, o ex-meio-campista alemão Thomas Hitzlsperger, que jogou pelo Aston Villa na Inglaterra, se assumiu gay logo depois de se aposentar no futebol. Na Premier League, houve ainda o caso do atacante Justin Fashanu, que passou por vários times ingleses e pelas seleções de base de seu país. Ele revelou ser gay enquanto ainda estava jogando, nos anos 80, e tornou-se o primeiro jogador de futebol abertamente gay da Inglaterra.

Nenhum comentário