Header Ads

Últimas

Autora de "Harry Potter", JK Rowling é acusada de transfobia nas redes sociais



Atenção LGBT's e fãs de Harry Potter - assim como eu - essa matéria pode destruir uma grande ícone de toda a nossa adolescência. JK Rowling, autora da saga do menino bruxo, está envolvida em uma polêmica, e foi acusada de transfobia, de acordo com alguns internautas.

O cancelamento aconteceu nesse sábado, 06, quando a britânica publicou em sua conta no Twitter um artigo site Devex, intitulado "Criando um mundo pós-COVID-19 mais igual para as pessoas que menstruam" e acrescentou o seguinte comentário: "Pessoas que menstruam.' Eu tenho certeza que costumava existir uma palavra pra essas pessoas. Alguém me ajude a descobrir."

A crítica esta diretamente relacionada com duas pautas, a primeira de um feminismo radical que acredita que mulheres trans não são mulheres de verdade, entre os motivos, por não menstruarem. A segunda é exatamente a transfobia, pelo fato da autora não considerar como mulheres, as transexuais femininas por alguns motivos, entre eles, o de não menstruarem.

JK tentou explicar seu ponto de vista e afastar a acusação de ser transfóbica, o que não a poupou de mais críticas, inclusive de fãs que ficaram desapontados com o posicionamento da escritora. "Se sexo não é real, então não existe atração pelo mesmo sexo. Se o sexo não é real, a realidade vivida pelas mulheres globalmente é apagada. Eu conheço e amo pessoas trans, mas apagar o conceito de sexo remove a habilidade de muitas a discutir suas vidas significativamente. Não é ódio falar a verdade. Eu respeito o direito de todas as pessoas trans a viver da forma que for autêntica e confortável para elas. Eu marcharia em protestos com vocês caso fossem discriminadas por serem pessoas trans. Ao mesmo tempo, minha vida foi podada por ser uma mulher. Eu não acredito que dizer isso seja propagar ódio." concluiu a autora.

Nenhum comentário