Header Ads

Últimas

Polícia americana mata homens trans a tiros, após confundi-lo com assaltante

Tony Mcdade foi morto a tiros por um policial branco.


O crime aconteceu na última quarta-feira, 27 de maio, quando um policial branco atirou e matou Tony McDade, um homem trans negro norte americano. Tony foi "confundido" com o suspeito de um assalto na cidade de Tallahassee, capital da Flórida . Durante a abordagem os militares chegaram atirando, a prática justifica os três assassinatos fatais promovidos por policiais da Flórida só nos últimos dois meses.

Segundo o chefe de polícia, Lawrence Revell, Tony tinha as mesmas características que o assaltante. “A descrição sobre o suspeito, que foi transmitida para os policiais, era de um homem preto, vestido todo de preto, careca, armado com uma pistola e uma faca”, disse Lawrence. O nome do policial que assassinou Tony, não foi revelado.

O grupo de defesa LGBTQI+ ‘Equality Florida’ publicou uma nota, lembrando mais uma vez sobre a onda de mortes promovida pela polícia do país: “A morte de Tony traz é um lembrete da epidemia de violência que reivindica desproporcionalmente a vida de pessoas transexuais negras nos Estados Unidos”. O episódio aconteceu exatamente dois dias depois após a morte de George Floyd, homem preto que fui sufocado até morrer, após o policial branco Derek Chauvin ajoelhar em seu pescoço, em Minneapolis (Minnesota). 

Nenhum comentário