Header Ads

Últimas

5 curtas nacionais de temática LGBT para assistir na quarentena

Victor Schultz, Ari Areia e Tavares Neto estrelam o curta "Trio em transe"


O cinema nacional tem vivido e sobrevivido, principalmente nesse cenário político atual no Brasil. Mesmo com o visível preconceito do presidente nacional e o descaso com a cultura, temos grandes produções nacionais de temática LGBT, que merecem ser vistas e lembradas.

Separei 5 curtas brasileiros, todos com personagens centrais gays e que de alguma forma arrancam suspiros, lágrimas, ou te fazem refletir sobre o que é ser gay. Prepara a pipoca, aperta o play e bom filme.

TRIO EM TRANSE

Com roteiro de Jaírlos Marques e 100% cearense [igual a esse blog], o curta "Trio em transe" de 2017, é estrelado por Arí Areia e Tavares Neto. Na trama eles convidam um terceiro rapaz para ménage, mas a experiência não termina como esperado, e cada uma reage de uma forma. Cheio de referências, extremamente crítico e com ares de cinema novo, o curta vai fundo nos relacionamentos e guarda um final surpreendente.





O PORTEIRO DO DIA

O curta pernambucano "O PORTEIRO DO DIA" prende pela naturalidade. Com direção de Fábio Leal, e estrelado por Carlos Eduardo Ferraz, Edilson Silva, Fábio Leal, João Vigo, a produção conta a história de Marcelo, um rapaz branco e gay, de classe média. Depois de muitos "Bom Dia" e "Boa Noite", ele resolve se envolver com Márcio, seu porteiro, um homem negro, casado e pai de família.




GUIANA FRANCESA

Mais um curta cearense na nossa lista. "Guiana Francesa" tem direção de Edmilson Filho, astro de "Cine Holliúdy" e "O Shaolin do Sertão" e claro, vem com repleto do humor from Ceará. Na trama, Denis Lacerda interpreta Guiana Francesa. Filha de uma dona de cabaré, a jovem sonha em conhecer a França. O sonho parece impossível, até uma cigana cruzar seu caminho e prometer mudar sua vida.




DEPOIS DE TUDO

O curta de 2009 é protagonizado por Ney Matogrosso e Nildo Parente e mostra a relação entre dois homens maduros. Eles possuem um relacionamento de anos, mas um é casado e tem filhos. Um amor sublime, verdadeiro, mas subjugado pelas convenções sociais. Não se admire e ele te arrancar lágrimas. De uma sutileza ímpar, "Depois de tudo" tem uma trilha sonora memorável.



FALA COMIGO AGORA

O curta conta a história de uma família de classe média que tem intolerância sexual no centro de suas relações. Com um elenco excepcional, o curta-metragem acompanha a busca de Júlio, um homem de 40 anos que trabalha na noite cantando sucessos de jazz, vestido de mulher, em conquistar a aceitação de seu pai, Inácio. A relação entre pai e filho fica ainda mais tensa quando o irmão Emanuel vai à falência e Júlio passa a sustentar a casa, além de cuidar da avó Janice. Fala comigo agora! narra, de maneira surpreendente, o amor incondicional de um filho por seu pai.

 

Nenhum comentário