Header Ads

Pastor anti-LGBT é condenado por abusar de garotos menores de idade



Conhecido por seus discursos e posicionamentos contra LGBT's o pastor americano Matthew Dennis Patterson, 45 anos, foi preso após ter abusado de garotos menores de idade. Conhecido como Denny, o líder religioso serviu como pastor da Nolensville Road Baptist Church por mais de 20 anos. Ele renunciou ao cargo em 24 de setembro.

Dias depois após a renuncia, membros da congregação foram à delegacia de Harding Place denunciar o pastor por "envolver-se em atividades estranhas" com crianças. Em depoimento as vítimas, todas menores de idade, afirmaram que Patterson lhes pedia para se sentar em seu rosto e estômago, às vezes usando roupas íntimas.

Os detetives John Thomas e Jacob Masteller, da Unidade de Exploração e Abuso Sexual Infantil, lideraram a investigação de seis meses. Depois de entrevistar vários membros da igreja, várias vítimas foram identificadas, a maioria meninos, que foram molestados de 1998 a 2017. A polícia não disse quantos anos as crianças tinham no momento do abuso.

Patterson foi indiciado por oito acusações de agressão sexual agravada. A polícia de Nashville prendeu Patterson na Pensilvânia em 8 de março e atualmente o pastor segue preso.