Header Ads

Jaloo estreia nos cinemas interpretando uma drag no longa "Paraíso Perdido"

Ao som dos clássico da música romântica nacional, "Paraíso Perdido" tem o cantor Jaloo interpretando uma drag

O cantor e compositor paraense Jaloo está expandindo sua arte, o interprete do hit "Ah! Dor" estreará em breve nas telas dos cinemas no papel da drag queen Imã, no longa Paraíso Perdido. Com estreia nacional dia 31 de maio, o filme é um melodrama saboroso que conta, ao som de clássicos da música popular romântica, a história de uma excêntrica família de cantores unida por um amor incondicional.

Na trama, após Imã (Jaloo) ser salvo pelo policial Odair (Lee Taylor) de um ataque homofóbico, José (Erasmo Carlos) o contrata para proteger o neto. O policial vivia isolado com a mãe, uma ex-cantora que ficou surda, até entrar em contato com o mundo da casa noturna, Paraíso Perdido. O cantor Angelo (Julio Andrade) lamenta não ter perdoado a traição de sua mulher, que desaparece no mundo sem deixar rastros. Apaixonado, ainda não consegue esquecê-la trinta anos depois. Sua irmã, Eva (Hermila Guedes), está prestes a ser solta após vinte anos na cadeia, por matar o homem que a espancou quando estava grávida de Imã. O viúvo José faz de tudo para garantir a felicidade do seu clã e conta com a cumplicidade de Teylor (Seu Jorge).



A casa noturna do filme é uma espécie de paraíso perdido no tempo, que funciona como um antídoto à violência de fora. Essa oposição aparece na fotografia de Pedro Farkas. “Há um contraste entre a boate, cheia de cores, e o exterior, mais pálido. Como se a vida como ela é não tivesse tanta graça”, diz Monique Gardenberg, diretora do longa.