Header Ads

"Me Chame Pelo Seu Nome" deverá ter uma sequência, afirma autor



Hoje a aposta do cinema e até então do Oscar, finalmente chegou aos cinemas brasileiros, "Call By Your Name" (Me Chame Pelo Seu Nome) estreou nessa quinta, 18, em terras tupiniquins, junto disso temos uma ótima notícia, o longa deverá ter uma sequencia.

Em entrevista ao Huffpost Brasil, André Aciman, escritor do livro que deu origem ao filme confirmou que já está conversando com o diretor do longa para que uma sequência aconteça nos próximos anos: "O livro não precisa de sequência, mas o filme talvez precise. Há uma conversa com o diretor a respeito de fazer a sequência em alguns anos, mas não sabemos", afirma Aciman.

O longa conta a história do jovem Elio (Timothée Chalamet), 17 anos e filho de um professor universitário. Todos os anos a família recebe um estudante na casa para realizar alguns trabalhos. No Verão de 1983, o norte-americano, Oliver (Armie Hammer ), 24 anos, é o hospede. Inteligente, culto e atraente, ele desperta no adolescente sua primeira paixão. O filme gira na relação, romance as ocultas  e dores e descobertas do primeiro amor. 


Vale a pena assistir?

Palavras desse blogueiro que já assistiu mas não vai contar spoilers: Super elogiado pela crítica e possível forte nome para as indicações de Melhor Filme, Direção, Ator (Chalamet), Ator Coadjuvante (Hammer) e Roteiro Adaptado do Oscar, "Call Me by Your Name" é sim um romance adolescente, com toda a doçura piegas do gênero, mas com um diferencial: a poesia.

Repleto de falas profundas e de uma fotografia linda, a produção cansa em seus primeiros minutos, mas em algum momento te prende ao gerar identificação e expectativa pelo futuro do jovem casal. Cativante, romântico e melancólico, o filme usa a tática da cereja do bolo como carta maior, guardando grandes revelações para os últimos minutos.