Header Ads

Seleção brasileira feminina de vôlei pode ter primeira jogadora trans



Tifanny Abreu ganhou as manchetes dos principais jornais e site de notícias do Brasil após ser a primeira jogadora trans do país a fazer parte da Superliga de vôlei. Ela recebeu autorização da Federação Internacional de Vôlei para jogar com as mulheres e foi recentemente contratada pelo Bauru (SP).

Agora Tifanny pode ser a primeira jogadora trans a integrar a seleção feminina de vôlei, em entrevista ao "Estadão" José Roberto Guimarães, técnico da seleção brasileira de vôlei feminino, falou sobre a possibilidade da atleta atuar como jogadora: “A questão é bem simples. Se a Tiffany render dentro de quadra o esperado e fizer a diferença tecnicamente falando, passa a interessar como qualquer outra atleta”. 

“Quero o melhor para a seleção. Se for o caso irei consultar a CBV [Confederação Brasileira de Voleibol] e como a Tiffany está liberada juridicamente para jogar a Superliga não vejo problema algum em ser convocada. Basta que ela esteja elegível”, afirma.