Header Ads

Rihanna solta o verbo e critica marcas que usam pessoas trans como ferramenta de marketing



Rihanna não é só um rostinho bonito e um cantora de sucesso, a gatinha de Barbados provou que tem mais consciência do que faz e de onde pisa, do que imaginamos, principalmente quando se trata de assuntos relacionados ao universo LGBT. Recentemente ela lançou a marca Fenty X Puma e declarou que não irá contratar um casting específico de pessoas trans.

A afirmação veio após um seguidor questionar sobre a não representatividade de pessoas trans na marca. Rihanna respondeu que uma pessoa trans poderia sim entrar na marca, mas sem alarde, a cantora declarou ser contra a exploração de pessoas trans para fins capitalistas. Rihanna afirmou ainda que várias pessoas trans trabalham ao seu lado espontaneamente e que não pretende usar dessa população como ferramenta de marketing.

"Tenho tido o prazer de trabalhar com muitas mulheres trans talentosas ao longo dos anos, mas não penso em fazer uma escalação de elenco trans. Assim como não faço escalações específicas para mulheres não trans! Eu respeito todas as mulheres, e não é da minha conta se ela é trans ou não. É pessoal e algumas mulheres trans se sentem mais confortáveis para se abrirem sobre isso com os outros, então tenho que respeitar isso, como uma mulher também! Não acho que é justo que uma mulher trans, ou um homem, sejam usados convenientemente como ferramenta de marketing! Frequentemente, vejo empresas fazendo isso com pessoas trans e mulheres negras! Há sempre apenas um lugar na campanha para que simbolizar ‘nós somos muito diversificados’! É triste!”.