Header Ads

Sabe o que significa a letra "I" na sigla LGBTI? A gente te explica!



Estamos todos acostumados com a sigla "LGBT" que na última década teve algumas mudanças, entre elas a inclusão de dois "T's" abrangendo transexuais e travestis, logo em seguida um dos "T's" foi suprimido e recentemente ganhamos mais uma letra, o "I" que nesse caso abraça os intersexuais. 
Mas afinal de contas, quem são os intersexuais?!

Segundo artigo publicado pela Sociedade Intersexual Norte Americana, o “Intersexo” é o termo comumente usado para designar uma variedade de condições em que uma pessoa nasce com uma anatomia reprodutiva ou sexual que não se encaixa na definição típica de sexo feminino ou masculino.


Ok! Não deve ter ficado claro, então vamos exemplificar: uma pessoa pode nascer com uma aparência exterior feminina mas com anatomia interior maioritariamente masculina. Ou nascer com genitais que se situam entre o feminino e o masculino – por exemplo, uma garota pode nascer com um clitóris visivelmente grande ou com ausência de abertura vaginal e um rapaz pode nascer com um pênis anormalmente pequeno ou com um escroto dividido e com formato mais semelhante a lábios vaginais. Ou ainda, uma pessoa pode nascer com uma variedade genética em que algumas das suas células têm cromossomos XX e outras cromossomos XY.

Apesar do intersexo parecer se uma condição inata, nem sempre ela se manifesta no nascimento. Por vezes a intersexualidade só se manifesta na puberdade, quando a pessoa se depara com a infertilidade ou quando morre e é autopsiada. Algumas pessoas vivem e morrem com anatomia intersexo sem que ninguém (incluindo elas próprias) perceba.

Se você ficou curioso sobre o assunto e pretende entender mais sobre a intersexualidade, pode conferir o artigo na integra (em inglês) clicando aqui.