Header Ads

Deputado autor do projeto da "Semana Hétero", já teve relações gays, afirma site


Texto: GAY1

O deputado distrital e pastor Rodrigo Delmasso (Podemos), que essa semana propôs a aprovação de um projeto de lei que cria a Semana da Difusão da Cultura Heterossexual disse em entrevista ao site Metrópoles que já viveu experiência com outra pessoa do mesmo sexo.

O assunto foi tema do testemunho de Rodrigo Delmasso para fiéis da igreja há muitos anos, quando nem pensava em seguir carreira política. Ele queria, por meio de seu depoimento, convencer jovens de que era possível deixar de ser LGBT. Uma das palestras de Delmasso foi para uma plateia de seguidores da Igreja Batista. Mas ele já falou também para os discípulos da Sara Nossa Terra, comunidade da qual faz parte.
Desde que se tornou político, no entanto, nunca mais tratou do assunto publicamente. “Este caso é bem delicado. Eu falei em um contexto bem interno, até porque isso foi uma etapa muito pequena da minha vida. Enfim, acho ruim, neste momento, quererem utilizar essa questão contra a minha pessoa”, disse o deputado.
“Não tenho problema nenhum em falar sobre o assunto. Hoje eu sou heterossexual, não por opção, mas porque eu sei que nasci assim. Se tive uma ou outra experiência relacionada à outra situação, vi que aquilo foi uma opção. Me arrependi amargamente por ter feito essa opção anteriormente, porque, na minha visão, era errada”, tenta explicar o pastor.
Delmasso diz, ainda na entrevista ao Metrópoles, que não chegou a ser vitima de homofobia. “Quando eu tive a experiência, foi apenas uma experiência. Não chegou a ser um relacionamento, mas uma questão sexual mesmo, por pouco tempo. Não vivi preconceito do outro lado. Mas hoje sim, na condição natural de heterossexual, eu vivo essa discriminação”.

O distrital tem usado seu mandato ativamente na luta contra os direitos LGBT. Quando perguntado se tanto interesse pelo tema não pode ser interpretado como uma questão mal resolvida com sua sexualidade, Delmasso afirma que é muito bem casado. “Quando conheci minha mulher, aliás, a primeira coisa que contei para ela foi essa situação. Disse: ‘Fiz isso, mas não faço mais’. Já que se casaria comigo, tinha de saber. Depois daquela experiência pontual, tive várias experiências heterossexuais. Casei e hoje não tenho dúvida alguma sobre minha sexualidade. Sou heterossexual, sem sombra de dúvida”, afirma.

Semana Hétero 

Seguindo os trâmites da Casa, o PL que cria a Semana da Difusão da Cultura Heterossexual proposto por Delmasso deve passar pela análise de membros da Comissão de Direitos Humanos da CLDF. O presidente, o deputado distrital Ricardo Vale (PT), comentou o projeto. O parlamentar diz achar a proposta “extremamente ruim” e um meio de “acirrar a intolerância e o preconceito contra as minorias”.
“Quem sofre agressão são pessoas da comunidade LGBT, mulheres e negros. Ele só criou esse projeto para combater as lutas de minorias que têm o sentido de garantir seus próprios direitos”, disse Ricardo Vale.