Header Ads

Kevin Spacey revela ser gay e pede desculpas após acusação de assédio sexual

Anthony Rapp contou que foi assediado pelo ator Kevin Spacey (direita) quando tinha 14 anos. O relato arrancou Spacey do armário que assumiu publicamente sua homossexualidade

Das diversas formas de sair do armário, ou ser arrancado dele, o ator Kevin Spacey experimentou uma das piores. O interprete de "Frank Underwood" da série americana House of Cards, exibida pelo Netflix, pediu desculpas publicamente após ter sido acusado de assediar um ator. O fato aconteceu há cerca de 30 anos.

Somente agora a vítima, o ator de "Star Trek", Anthony Rapp, contou sobre o episódio. Na época com 14 anos, Rapp contou que Spacey o convidou para uma festa e aparentava estar bêbado, quando o assédio ocorreu. 

O ator, de 46 anos, contou que estava sentado na ponta da cama, após uma festa ocorrida no apartamento de Spacey, em 1986, quando o vencedor do Oscar, hoje com 58 anos, entrou no quarto.
"Ele me carregou no colo como um noivo carrega a noiva. Mas eu não me afastei inicialmente, porque estava me perguntando: 'o que está acontecendo?'. Ele, então, se deitou em cima de mim", disse Rapp ao site BuzzFeed News.

"Ele estava tentando me seduzir. Eu tinha noção de que ele estava querendo investir em mim sexualmente", afirmou o ator, que conseguiu ir ao banheiro e escapou. Em nota, Kevin Spacey pediu desculpas, afirmou admirar Rapp e falou pela primeira vez abertamente sobre sua sexualidade. O famoso não lembra do fato e contou que ficou "horrorizado" com as revelações.

Leia trechos da nota:

"Mas se eu tiver me comportado da forma como ele descreve, devo a ele as mais sinceras desculpas pelo que teria sido um comportamento etílico inapropriado". 

"Eu sinto muito pelos sentimentos que ele diz ter carregado por todos esses anos."

"Essa história me encorajou a lidar com outras questões da minha vida. Eu sei que há histórias sobre mim por aí, algumas alimentadas pelo fato de eu ser tão cuidadoso com minha privacidade. As pessoas mais próximas a mim sabem que, na minha vida, tive relacionamentos com homens e mulheres". 

"Amei e tive relacionamentos românticos com homens, ao longo da minha vida, e escolhi hoje viver como um homem gay. Quero lidar com isso de forma honesta e aberta, e isso começa comigo examinando meu próprio comportamento."