Estudo revela que índios gays eram punidos com violência no Brasil Colônia




Pesquisa feita pelos antropólogos Estevão Fernandes e Barbara Arisi revelou a crueldade com que a coroa portuguesa e padres jesuítas puniam a homossexualidade em tribos indígenas no Brasil Colônia.

Registros indicam índios gays desde o século 16, considerados como "sodomitas" eles sofriam violência física com requintes de crueldade por parte dos colonizadores. O processo de "catequização" dos índios incluía muitas vezes atos cruéis como punição ao "pecado".

Com o passar do tempo, tribos de todo o Brasil tiveram suas culturas diluídas e misturadas com práticas e princípios do homem branco cristão, um deles é a visão "pecaminosa" dos LGBT's. Ainda hoje esse preconceito perdura entre os índios: "O cara que é indígena e LGBT não tem espaço em nenhum dos dois grupos. Qual o lugar reservado para o homossexual historicamente? Nenhum. Agora, imagina o indígena", observa Arisa.