Verdadeiro e encantador "Corpo Elétrico" é aposta do cinema nacional LGBT

"Corpo Elétrico" tem estreia nacional no dia 17 de agosto

O cinema nacional tem presentado a gente com tanta coisa boa, que noticiar a estreia de mais uma produção de temática LGBT, já me deixa cheio de esperanças. "Corpo Elétrico" prende a atenção desde o enredo. A história contada é de Elias, um jovem paraibano de 23 anos que resolve arriscar a vida em São Paulo.

Com o sonho de ver o mar, o personagem anda na corda bamba entre o trabalho numa fábrica de roupas, a paixão pelo colega africano, as amizades e as relações de sexo casual. Sem muito romantismo, mas realista e ao mesmo tempo encantador, "Corpo Elétrico" tem produção da Vitrine Filmes (de ‘Hoje Eu Quero Voltar Sozinho’) e estreia nos cinemas dia 17 de agosto.



O filme vai ganhando corpo e enredo na liberdade que Elias encontra nas ruas de São Paulo e nos corpos de cada amante com quem o jovem se envolve. O longa tem ainda a participação de Lin da Quebrada e Márcia Pantera. Posso ser sincero: adorei o trailler e morrendo de vontade de assistir.