Header Ads

Orgia gay em apartamento do conselheiro do Papa é interrompida pela polícia

Luigi Capozzi, 50 anos, seria o organizador da orgia


"Os gays vão para o inferno!"
A frase tão ouvida do lado de cá e tão proferida por centenas, ou talvez bilhões de cristãos, vai perdendo mais força toda vez que um dos "servos de Deus" protagoniza mais um escândalo sexual, principalmente se o episódio envolver apenas homens. 

Não que isso seja algo bom, mas de acordo com o jornal italiano Il Fatto Quotidiano, nos últimos dias de junho a polícia do Vaticano invadiu uma orgia gay regada a drogas, a "festinha" aconteceu num apartamento de responsabilidade do secretário do Cardeal Francesco Coccopalmerio, um dos conselheiros do Papa Francisco - os boatos são de que o Papa soube do episódio e não ficou nada feliz.

Luigi Capozzi era quem usava o imóvel, porém, a propriedade pertence à Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano, ironicamente a entidade é responsável por analisar os membros do clero denunciados por abuso sexual. Algumas fontes ligadas a imprensa do Vaticano, garante que o próprio Cardeal Francesco Coccopalmerio estava presente no local.

Alegando preservar a “integridade do processo judicial”, a polícia do Vaticano preferiu não revelou mais detalhes das acusações contra o secretário de 76 anos.