Header Ads

6 filmes com temática gay para você assistir com sua mãe



Hoje é dia das nossas rainhas, nossas primeiras definições de diva, enfim, das nossas mães. Pensando nisso, preparamos uma lista com 6 filmes que falam de família, mãe e suas relações com filhos gays. 🌺 Todos os filmes são de temática LGBT, ou apresentam algum personagem gay e podem ser assistidos ao lado da sua progenitora. Entre comédias e dramas, já aviso: deixem um lenço de lado, a possibilidade de alguém cair na lágrimas é grande e nossa listinha tem de tudo um pouco. Chama a mãe pro sofá e bom filme.

1. Prayers for Bobby (Rezando por Bobby) - 2009

Um clássico do cinema LGBT e que com certeza vai arrancar rios de lágrimas. Na trama a católica devota Mary Griffith tenta "curar" o filho homossexual Bobby, mas ele acaba se suicidando com a pressão da sociedade e a mãe se torna defensora dos direitos gays. O filme é baseado em fatos reais e pode ser encontrado completo no Youtube.




2. G.B.F: Gay Best Friend (MAG: Melhor Amigo Gay) - 2013

Agora vamos de comédia, ao melhor estilo adolescente americano. Quando Tanner se torna o primeiro gay assumido de uma escola, três garotas populares embarcam em uma disputa épica para que ele se torne "seu melhor amigo gay". Ainda bem que ele tem uma mãe super legal que sempre enfatiza que não vê problemas no filho ser gay. O filme está disponível no Netflix 😉



3. Blackbird -  2015

Mais uma vez as temáticas, religião, mãe e filho gay andam juntos nesse filme que mistura pitadas de humor, drama e musical. Claire Rousseau é uma mãe católica que faz o possível para conseguir aceitar seu filho gay, enquanto o jovem passa por um processo de autodescoberta e aceitação. Não encontrei o filme no Netflix, mas no Youtube tem ele completo e legendado. 



4. J'ai tué ma mère - Eu Matei Minha Mãe


Segura a onda que tem filme francês na nossa lista. Com roteiro de Xavier Dolan, em "Eu matei minha mãe" - titulo nada sugestivo para a data - Hubert é um adolescente de 17 anos de idade que vê a mãe com desprezo. Ele não gosta das roupas bregas que ela usa e até os pequenos detalhes o irritam. Aos poucos, ele se vê tomado por uma relação de amor e ódio que fica fora de controle.



5. Philomena

Irlanda, 1952. Após ficar grávida fora do casamento, Philomena é mandada para um convento. Lá ela tem seu filho, mas convive pouco tempo com ele, já que é obrigada a entregá-lo para adoção. A criança é adotada por um casal americano, e, durante 50 anos, Philomena busca incansavelmente pelo filho, com a ajuda do jornalista Martin. Ao viajar para os Estados Unidos, eles descobrem informações incríveis sobre a vida do filho de Philomena e criam um intenso laço de afetividade entre os dois. Misturando piadas inteligentes e uma pegada de drama, esse filme é encantador e emocionante. Indicado ao Oscar de melhor filme e melhor atriz, o longa é baseado em fatos reais.





6. Minha Mãe é uma peça

Preciso mesmo falar sobre "Minha mãe é uma peça"?! O filme brasileiro de autoria do querido Paulo Gustavo consegue dosar bem o humor e arrancar risos e lágrimas. Dona Hermínia, carioca e mãe de dois filhos, precisa conviver com o fato de que seus dois filhos a consideram chata, até um dia ela resolver sumir do mapa. Destaque para Rodrigo Pandolfo que interpreta Juliano, o filho gay de Dona Hermínia. Se quiser pode até fazer uma maratona e emendar com o "Minha Mãe é uma Peça 2". No youtube tem os dois filmes, completos.