Header Ads

"Todos somos iguais e merecemos respeito" afirma Lula em vídeo aos LGBT's

"Eu tenho muito respeito por todos os gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais do nosso querido Brasil", afirmou Lula


Via: A CAPA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, publicou na última sexta-feira, 31 de março,  uma mensagem destinada aos trabalhadores LGBT, em apoio ao 4º Encontro de Trabalhadores e Trabalhadores LGBT, realizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), que aconteceu entre os dias 30 de março e 1º de abril. 

No vídeo, Lula garante que "todos somos iguais e merecemos respeito". O petista parabenizou a luta diária de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros na luta "contra a discriminação e a homofobia" e ressaltou as políticas publicadas adotadas em seus dois mandatos (2003-2010) e os de sua sucessora Dilma Rousseff (2011-2016), no tocante às pautas LGBT. 

"Eu tenho muito respeito por todos os gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais do nosso querido Brasil. É por isso que uma das primeiras medidas que tomei quando cheguei à presidência da República foi dar à Secretaria dos Direitos Humanos o status de ministério. Assim colocamos os Direitos Humanos no mesmo patamar das outras áreas do Executivo e demos mais espaço aos direitos da população LGBT", disse. 


"Mas não podemos parar por aí. Ainda temos muito a conquistar. Estamos só no começo. E eu tenho muito orgulho de lutar ao lado de vocês", acrescentou Lula no vídeo. "Eu sei que na hora de pagar o Imposto de Renda ou votar ninguém trata o povo LGBT com preconceito, mas durante todo o dia tem uma parte da sociedade que trata esse grupo como pária da sociedade", destacou. "Vamos à luta porque somos iguais e merecemos tratamento digno nesse país", finaliza Lula. 

Lula é réu na Lava Jato acusado de obstrução de justiça, entre outros. O ex-presidente aparece como o principal candidato a vencer as eleições para presidente em 2018, segundo pesquisas feitas por diversas instituições.