Header Ads

Power Rangers faz história com o primeiro super-herói gay no cinema

Power Rangers estreia nesta quinta, 23 de março, nos cinemas brasileiros

Anotem isso, a adaptação para o cinema de "Power Rangers" está fazendo história por ser o primeiro filme de grande orçamento a apresentar um super-herói gay.

Durante o segundo ato do remake do popular programa de TV infantil dos anos 90, a Ranger Amarela, Trini Kwan, interpretada por Becky G, é mostrada lutando para aceitar sua orientação sexual.

Um personagem assume que ela está tendo "problemas com o namorado", antes de perceber que talvez ela está realmente tendo "problemas com a namorada",  o diretor Dean Israelite, disse que esse é um  momento "fundamental" no filme.

"Para Trini, ela realmente questiona muito sobre quem ela é", disse Israelite ao "The Hollywood Reporter". "Ela ainda não descobriu completamente. Eu acho que o que é ótimo sobre essa cena e o que ela proporciona para o resto do filme.' O filme está dizendo, 'Tudo bem,' e todas as crianças têm que descobrir quem são e encontrar sua tribo. "

No longa a Ranger Amarela, Trini Kwan, será interpretada por Becky G


SEM HERÓIS GAYS NOS CINEMAS

A representação de personagens LGBT tem ficado para trás nas telas do cinema em comparação com os quadrinhos. Personagens como Mulher Maravilha, Mulher Gato, Batwoman, Arlequina, Deadpool, e Ice Man foram todos mostrados como LGBT's na página das HQ's, mas não nas adaptações cinematográficas.

Já nas séries televisivas há uma maior representatividade de personagens LGBT's, como em "Legends of Tomorrow" e "Arrow". "Supergirl"  também incluirá  um importante enredo lésbico nesta temporada . Todos os três seriados são produzidos pelo produtor abertamente gay Greg Berlanti.

David Yost, que interpretou o Ranger Azul na versão original de Power Ranger para a  TV, revelou ser gay alguns anos depois que deixou o papel, ele comentou sobre o filme e elogiou o movimento: "Eles realmente subiram a bandeira", diz Yost. "Acho que tantas pessoas na comunidade LGBT vão ficar animadas para ver essa representação".