IBGE registra aumento expressivo no número de casamentos homoafetivos

Se comparado com 2013, ano em que foi determinado a habilitação do casamento civil homoafetivo, o número de casamentos entre pessoas do mesmo sexo é o dobro


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) acaba de divulgar as Estatísticas do Registro Civil 2015, que mostra crescimento na forma de criar os filhos entre os divorciados e, ainda, revela aumento no número de casamentos, em especial, de casais homoafetivos. Para o diretor-adjunto de Direito de Família do Instituto dos Advogados de Minas Gerais, Luiz Fernando Valladão, os dados refletem recentes mudanças na legislação da área. “Apenas em 2013 foi determinado, pela Resolução 175, que os cartórios habilitassem o casamento civil entre pessoas de mesmo sexo, desde então, o crescimento desse registro ocorre a cada ano”, pondera.     

Percentualmente, as uniões formais entre cônjuges de sexos diferentes aumentaram 2,7%, já entre cônjuges do mesmo sexo o aumento foi de 15,7%. Se comparado ao ano em que a resolução passou a valer, a quantidade de casamentos entre indivíduos do mesmo sexo dobrou. A guarda compartilhada, que passou a ser regra em 2014, com a Lei nº 13.058, também tem crescido entre as famílias brasileiras, o aumento foi de 7,5%, naquele ano, e 12,9%, em 2015.