Morte do personagem gay de "A Lei do Amor" causa revolta no Twitter

A morte de Zelito não fazia parte do roteiro original da novela, os diretores resolveram matar o personagem gay, como parte das mudanças no enredo para tentar alavancar a audiência de "A Lei do Amor"

Da série #CloseErrado dessa semana, a Rede Globo conseguiu causar revolta no Twitter depois de matar o personagem gay e negro de "A Lei do Amor". Zelito, interpretado por Danilo Ferreira, morreu no episódio da segunda-feira, 28, assassinado por Fininho (Hugo Resende) em uma boate

Na cena, um dos vilões de "A Lei do Amor" vai até a casa noturna onde Zelito trabalha como barman para cumprir a missão recebida por Tião (José Mayer) de eliminá-lo. Para alcançar o objetivo, Fininho seduz o rapaz e o leva para a pista de dança, onde oferece um copo batizado com drogas para o melhor amigo de Isabela (Alice Wegmann), que morre de overdose.


A internet não gostou nadinha da morte do personagem, como já citado aqui no blog, o fim de Zelito seria uma forma de tentar "alavancar" a audiência da novela que não anda nada bem. Logo o nome do personagem se tornou um dos mais comentados no Twitter. 

"A morte de Zelito é a soma de dois preconceitos que a teledramaturgia ainda não superou: racismo e homofobia! " publicou um usuário.






Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.