"Moonlight": o premiado drama de um homem gay e negro que você precisa assistir

Grande vencedor do Gotham Independent Film Awards, se indicado ao Oscar, "Moonlight" pode ser um dos favoritos


Não é de agora a minha paixão por filmes de temática LGBT(XYZ), tanto que vez ou outra indico aqui no blog algumas delícias cinematográficas para vocês. O assunto de hoje é o filme americano "Moonlight", quem além de aclamado pela crítica e premiadíssimo, já tem lugar reservado no meu coração.

Escrito e dirigido por Barry Jenkins, o filme conta a história de Chiron, um homem negro e gay, morador de uma comunidade pobre da Miami. Dividido em três fases o longa aborda a infância, adolescência e vida adulta do personagem principal. "Moonlight" mostra a relação delicada de Chiron com a mãe, a violência e homofobia sofridas por ele dentro da comunidade negra e a descoberta da sexualidade, tudo de forma intensa e instigante.



Na última segunda-feira o longa-metragem levou 4 prêmios, inclusive o principal, no Gotham Independent Film Awards. A premiação indie revelou os dois últimos ganhadores do Oscar (Birdman e Spotlight), o que me leva a ter esperança de que a dobradinha seja mantida e quem sabe teremos um filme sobre minorias (negras e gays) levando a estatueta da academia em 2017.

O elenco de "Moonlight" é outra delícia, Trevante Rhodes, Andre Holland e Naomie Harris, além de Mahershala Ali, de “Jogos Vorazes”, “House of Cards”, e claro, o Boca de Algodão de “Luke Cage” e a atriz e cantora Janelle Monáe.

Se nada disso foi suficiente para ficar ansioso para assistir ao filme, dá só o play no trailler e vem morrer de amores comigo. Lançado em outubro nos Estados Unidos, o filme ainda não tem previsão de chegada aqui no Brasil.

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.