Homem de 52 anos é morto por jovem de 18 que conheceu no Grindr

Ben Bamford foi condenado a 16 anos de prisão pela morte de Paul Jefferies, 52 anos. Os dois se conheceram através do Grindr


Lá vai mais um post trágico pra mostrar para a amiga sedenta que vive marcando encontro com tudo que é macho que encontra pelo Grindr. Um jovem de 18 anos, foi considerado culpado de assassinar um homem de 52 anos de idade, os dois se conheceram através do aplicativo de relacionamento gay. A vítima teve sua garganta cortada em sua casa, em Sussex na Inglaterra. O crime acontecido em fevereiro desse ano foi julgado no começo de novembro.

Paul Jefferies teve mais de 40 ferimentos causado pelo ataque de Ben Bamford, o corpo foi encontrado nu no chão da cozinha da casa da vítima, com um pano de pratos cobrindo o rosto de Jefferies.  Os dois se encontraram pela primeira vez quando o assassino tinha apenas 15 anos, depois de conversarem através do app. Após uma pausa eles voltaram a conversar no final de 2015. 

De acordo com o The Telegraph, Bamford devia a um traficante de drogas em torno de £ 400 (cerca de US$ 500 USD) e estava sendo pressionado a pagar. As mensagens de texto que mostram o traficante ameaçando Bamford foram lidos no tribunal. Os promotores acusaram Bamford de roubar Jefferies, a fim de conseguir o dinheiro para pagar a dívida. Após o assassinato, Bamford roubou o carro da vítima e foi a um hospital onde foi levado para tratar os ferimentos na cabeça e braço. 

Bamford negou o assassinato, o jovem alegou que agiu em legítima defesa, porque Jefferies havia o ameaçado. O julgamento levou cerca de três horas, o juiz chamou o episódio de "ato de carnificina implacável" e a justiça condenou Bamford a 16 anos de prisão.


Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.