Vale dos homossexuais: ativista defende criação de país exclusivo para gays

Viktor Zimmerman, líder da organização separatista Gay Homeland Foundation é o propagador da ideia de criação de um "país gay"


Imagina um país lotado de gays, aliás, lá será exclusivo para os gays, só viados, as bichas, tudo linda, vivendo em harmonia no perfeito e real vale dos homossexuais. A ideia apesar de meio estapafúrdia [acho essa palavra babado] é defendida por Viktor Zimmerman, líder da organização separatista Gay Homeland Foundation.

Em entrevista ao portal VICE, Zimmerman explicou a ideia da criação de um território povoado por membros da comunidade LGBT XYZ [amanhã já tem mais duas letras nessa sigla]. Para ele, um local temperado com fronteira para o mar seria ótimo, algo alí pela América Latina ou no Sudeste da Ásia.

Povoado por trabalhadores, cineastas, atores, cantores, o país seria um ambiente criativo com leis que permitem a diversidade. Sobre o radicalismo e questões de como essa população se reproduziria, Zimmerman afirmou que o país será aberto a heterossexuais simpatizantes e dispostos a obedecer as leis locais, resolvendo em partes a questão da povoação. Outra ideia é a imigração de gays de diversos lugares do mundo, tornando o lugar seguro aos gays vindo de países com leis anti-gays.

Questionado sobre a questão legal da criação do país, ele citou precedentes que exemplificam a legalidade desse tipo de "ideia", como o Vaticano, Israel e a Ordem de Malta. Agora é esperar esse babado e já pedir a dupla nacionalidade para viver no vale dos homossexuais.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.