Marco Feliciano é acusado de assédio e tentativa de estupro

Feliciano teria agredido a moça com um soco e tentado puxá-la para sua suíte


Como proceder quando o deputado evangélico, defensor da família tradicional, da moral e bons costumes e homem de Deus é acusado de assédio e tentativa de estupro? Pois foi exatamente isso que aconteceu com o líder da bancada evangélica, Dep. Marco Feliciano (PSC.SP). Uma militante do PSC, de 22 anos, acusou o deputado desses dois crimes acima citados. Ela que frequenta a mesma igreja do pastor, disse que ele se ofereceu para ser seu "guia espiritual", no dia 15 de julho os dois estavam no apartamento do parlamentar, quando aconteceu a tentativa de estupro.

A moça  ~ eu fiquei passado mesmo quando eu descobri que foi uma mapô e não um boy ~ contou que recebeu uma proposta para ser amante de Feliciano, além de um alto salário e cargo comissionado no PSC. Após a negativa o pastor a agrediu com um soco e tentou puxa-la para a suíte dele, foi quando ela gritou, uma vizinha ouviu o barulho e tocou a campainha para saber se estava tudo bem.

Após o episódio ela entrou em contato com Feliciano através do Whatsapp, em um encontro o deputado pegou o celular da moça e apagou as mensagens, que depois ela conseguiu recuperar através do iCloud ~ arrazou a mapô.

Funcionários do PSC confirmaram que o número de celular usado era o mesmo do deputado, que depois de toda a confusão já trocou de número. As conversas foram publicadas na web e você terá acesso a elas agora.

Coleta bee:












Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.