Investigação do Vaticano descobre centenas de padres usando o Grindr

O escândalo envolvendo os seminaristas irlandeses e o uso do Grindr foi denunciado anonimante através de blogs


Dr. Diarmuid Martin, atual arcebispo de Dublin, disse em entrevista a agência de notícias Reuters, que não irá mais enviar seminaristas para o seminário de St Patrick, em Maynooth, o seminário mais antigo da Irlanda. O motivo é que o Vaticano descobriu uma cultura de sexo gay entre os seminaristas do local e o uso do Grindr  dentro do campus ~ esse mesmo aplicativo de pegação que vocês usam, suas safadinhas.

A decisão foi tomada há alguns meses, depois que várias denuncias anônimas sobre escândalos sexuais dentro do seminário foram divulgadas em blogs ~ essas blogayras são destruidoras mesmo.

"Há uma cultura homossexual, onde os estudantes são estimulados a utilizar o aplicativo Grindr, que é app de namoro gay, o que é inadequado para os seminaristas e não apenas porque eles são treinados para serem padres celibatários, mas porque um app como isse é algo que promove a promiscuidade sexual, o que certamente não é de forma alguma a visão madura de sexualidade que se espera um sacerdote. " afirmou o arcebispo Martin.

"Se isso acontece em grande escala no seminário e não tem sido notado, então há algo errado", acrescentou. Depois de todo esse fuá, Dr. Martin afirmou que pensa em ao invés de enviar seus seminaristas para o tal seminário onde rola as pegações, os jovens serão treinados em Roma ou enviados para trabalho em paróquias de Dublin. 
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.