Ministério Público investiga Igreja por mensagem de incitação ao ódio contra gays

A plana é de um texto de Levítico que incita ao ódio e a morte dos gays


A Bíblia tem tanta coisa linda, tanto versículo bacana né gente?! Porém tem uma leva de evangélicos fundamentalistas que insistem em se preocupar com os viados, ou melhor, em julgar os gays.  Vejamos o exemplo da Congregação Batista Bíblica Salém, em Porto de Sauípe, no Litoral Norte da Bahia que está sendo investigada pelo Ministério Público, após expor a seguinte mensagem na fachada do templo:

"Se um homem tiver relacionamento com outro homem, os dois deverão ser mortos por causa desse ato nojento; eles serão responsáveis pela sua própria morte”, diz a mensagem.

Um morador local abriu uma denuncia no Ministério Público e pediu a investigação do babado, segundo a promotora de Justiça e coordenadora do Centro de Apoio dos Direitos Humanos do MP-BA, Márcia  a mensagem pode ser considerada uma incitação ao crime.

Já segundo o pastor Milton França, que há seis anos coordena o local, a placa possui apenas um trecho bíblico e que não incita a violência. Ele disse, ainda, que aguarda decisão da Justiça sobre o caso. "Eu fiz o que de errado? Onde está o meu erro? Eu transcrevi aqui. É a palavra de Deus", finalizou.

Em entrevista so site G1 a promotora Márcia Teixeira afirmou que estimular a violência é crime previsto no Código Penal, cuja pena varia de três a seis meses de prisão e multa. Além disso, segundo ela, cabe uma indenização coletiva à população local.

"Ainda tem uma pena pecuniária para que possa fazer uma campanha, uma cartilha, sobre os direitos LGBTs, sobre a dignidade da pessoa humana, sobre o respeito ao próxim. Isso, realmente, é muito grave. A liberdade religiosa, o direito à manifestação religiosa, não autoriza ninguém a fazer apologia ao crime", finalizou a promotora.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.