Após ofensas preconceituosas, internautas organizam beijaço em restaurante de Fortaleza

Um funcionário do estabelecimento ofendeu um casal de lésbicas que estava no local, logo o assunto tomou a web e um beijaço está sendo organizado para o dia 23 de julho. // Imagem Ilustrativa


Mais um caso de preconceito envolvendo um estabelecimento comercial em Fortaleza, esse ano episódios como esse tem sido recorrentes, seja em bares, boates, shoppings ou restaurantes da capital cearense. 

Segundo a estudante Jéssica Raquel, no último sábado, 9, ela e a namorada foram vítimas de preconceito por parte de um funcionário de um casa de sushi localizada na Aldeota, bairro nobre de Fortaleza.

Em uma publicação em um grupo no Facebook Raquel relatou o acontecido e pediu ajuda aos internautas:

Se alguém souber como posso proceder, ficaria grata!!!
Sábado por volta de 17:30 na Avenida Virgílio Távora, o funcionário de Branco do estabelecimento de alimentação da foto agiu de maneira discriminatória em público, agredindo eu e minha companheira verbalmente e moralmente. Estava eu a abraçando pois trabalho viajando e nesse momento estava me despedindo dela, no momento em que eu fui constrangida pelas obscenidades gritadas por esse "cidadão". Não acreditando no que estávamos vivendo, minha companheira foi perguntar se era isso mesmo que estávamos ouvindo. E Frases como " isso é falta de ...." "quer se agarrar com uma mulher vai para um motel..." enfim, fiquei completamente constrangida. Quero saber se alguém sabe como devo proceder, pois penso que isso pode ser crime de homofobia, assédio. E se fosse mais tarde? E se tivesse partido pra agressão? E como fica o lugar onde ele trabalha? Posso processar também?! Isso não pode ficar assim, luto todos os dias por igualdade desconstruindo preconceito e machismo. Desabafo de alguém muito ferida.

Esse não é o único caso de preconceito envolvendo o estabelecimento, nos comentários o estudante de psicologia, Diego França, contou que cerca de dois anos atrás foi "vítima de ofensas homofóbicas" no mesmo local.

No Facebook está sendo organizado um beijaço na frente do estabelecimento, o ato político convida o público LGBT a participar do evento marcado para o dia 23 de julho, às 16hs ~ clique aqui para confirmar presença. 

'Vamos gritar e polemizar os episódios de LGBTfobia ocorridos neste estabelecimento e dá visibilidade ao livre direito de amar. O caso mais recente foi de um casal lésbico que foi discriminado pela manifestação de um abraço.
Venha! Traga seu cartaz e seu amor e vamos fazer um grande beijaço na Avenida Senador Virgílio Távora em frente ao Monte Fuji Sushi.' diz o texto do evento.

O restaurante ainda não se pronunciou sobre o caso, mas esperamos uma nota e uma atitude sobre o caso. O blog se solidariza com Raquel, Diego e todos aqueles que foram vítimas de homofobia. 
Ficar calado: JAMAIS!
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.