Atirador de Orlando costumava frequentar a boate gay, afirmam testemunhas

Omar Mateen, atirador do massacre de Orlando, era frequentador da boate gay "Pulse", afirmam testemunhas


Cerca de quatro clientes da boate "Pulse" em Orlando, afirmam que o atirador Omar Mateen era frequentador constante da casa noturna e que já tinham visto ele bebendo no local no passado. "Às vezes ele passava por cima no canto e sentava para beber sozinho, e outras vezes ele ficava tão bêbado que era alto e violento", afirmou Ty Smith, que também usa o nome de Áries, ao  jornal americano Orlando Sentinel.

Ele acrescentou que já viu Mateen no bar dezenas de vezes antes do crime, quando o atirador matou cerca de 50 pessoas e feriu outras 53. "Nós realmente não falavamos muito com ele, mas eu me lembro dele dizendo coisas sobre seu pai, às vezes", disse Smith. "Ele nos disse que ele tinha uma esposa e filho." finalizou. A polícia de Orlando diz que não tem nenhuma informação sobre essas visitas do atirador ao bar.

Chris Callen, outro cliente da boate "Pulse" afirmou a imprensa canadense que já tinha visto Matten no bar outra vezes. "É o mesmo cara. Ele está indo para esta bar por três anos ". afirmou Callen. 

Uma grande polêmica foi levantada se Mateen estava no bar como segurança ou apenas cliente, ou se ele visitava o lugar para conhecer um pouco mais sobre o local onde realizaria seu massacre. A informação de que ao ver dois homens se beijando, Mateen teria ficado chocado, ainda é bastante discutida.

"Isso é besteira, bem ali. Sem ofensa. Isso é um porcaria. Ele vivia em torno de nós ", disse Smith segunda-feira em uma entrevista ao Centro Comunitário Central da Flórida GLBT . "Algumas dessas pessoas fizeram um pouco mais do que (beijar) fora do bar .... e ele estava em uma festa com essas pessoas. O que supostamente levou ele a fazer isso?" finaliza.

Nem Smith ou Callen puderam especular sobre a sexualidade do atirador, mas ambos estavam em dúvida sobre a versão contada pelo pai do atirador. Vale informar que mesmo sendo frequentador do bar e supostamente convivendo com gays, isso não afasta a possibilidade de que a motivação do crime tenha sido homofobia.

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.