Olly Alexander critica padrões dentro da comunidade gay: “Não preciso ter músculos para ser sexy”

Olly criticou o padrão de beleza, inclusive a segregação dentro da comunidade gay


Assumidamente gay, visivelmente fofo e grandiosamente talentoso, o vocalista da banda "Years & Years", Olly Alexander comentou sobre os padrões de beleza da sociedade e como eles existem dentro da comunidade gay.

Em entrevista ao site  Broadly, vinculado à Vice, o moço de 25 anos falou como se sente em relação ao seu corpo e sobre o rótulo de "twink" que recebeu dentro da comunidade homo: “Eu quero me sentir sexy com o corpo que eu tenho. Eu não deveria ter que ter músculos ou olhar de um certo jeito para a sociedade dizer que sou sexy” afirmou o vocalista.

Mas calma que o moço falou mais, dessa vez seu alvo direto foi a comunidade gay e o rótulo que ele recebeu dela, Olly se encaixa no perfil dos "twinks", moços jovens, magros e aparentemente frágeis: “Eu acho a palavra “twink” pejorativa. Existe algo endêmico dentro da comunidade gay no qual a gente presa pela masculinidade acima de tudo. [Twinks] não tem poder – eles são magros e fracos – mas eles podem ser atraentes e bonitos” finalizou.

Para quem não conhece o trabalho do moço e nunca ouviu o som da "Years & Years", por favor, aperta o play e vem ser feliz com a gente.



Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.