#GiveElsaAGirlfriend Fãs querem que Elsa de "Frozen" ganhe uma namorada

Sucesso da Disney, "Frozen" pode ter a primeira princesa homo da história. Elsa se tornou inclusive, ícone LGBT


Atenção você, little gay que em algum momento imaginou que Elsa, da animação da Disney "Frozen" fosse na verdade a primeira princesa lésbica dos desenhos infantis, já pode respirar aliviado, você não foi o único ~ ou única. Na verdade está rolando na web uma campanha para que Elsa assuma sua homossexualidade e até ganhe uma namorada na continuação do filme.

O novo filme deve estrear em 2018 e para o fãs Elsa já virou ícone gay, só falta a própria sair do armário e fazer seu let it go. O babado está tão sério que a tag #GiveElsaAGirlfriend, traduzindo algo como "dê uma namorada para a Elsa" já está rolando no Twitter e roteirista e diretora de Frozen, Jennifer Lee, comentou sobre como sua animação foi abraçada pelos LGBT's.

“Nós sabemos o que fizemos. Mas, ao mesmo tempo, eu acho que, depois que entregamos o filme, ele pertence ao mundo, então eu não gosto de dizer nada e deixo os fãs falarem. Fica por conta deles.” afirmou em entrevista para a Big Issue.

“Dê uma namorada para Elsa, porque crianças LGBT merecem saber que não há nada de errado com elas”, “Dê uma namorada para Elsa, modelos de comportamento positivos são necessários desde cedo; exposição precoce leva a maior compreensão/aceitação”, “Fazer um filme infantil com um personagem queer não vai fazer que seus filhos tornem-se gays. Vai ensiná-los que o amor existe em muitas formas #DêUmaNamoradaParaElsa” foram algumas das mensagens postadas no twitter em apoio a campanha.

Os sinais de que Elsa pode ser do babado, são tão claros como a luz do dia, tão fortes que ela foi eleita como a primeira princesa feminista da Disney, jogando para o alto a ideia de que para ser feliz ela precisava terminar com um príncipe a tira colo. Para quem duvida, cata só a letra do single do filme. "Let It Go" diz “Livre estou, livre estou / Não posso mais segurar / Livre estou, livre estou / Eu saí pra não voltar / Não me importa o que vão falar” algo que naturalmente eu poderia cantar depois de sair do armário.

Sem mais esse post acaba por aqui, e eu já tô subindo a tag #GiveElsaAGirlfriend por motivos de que vou amar sonhar com isso.


Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.