Após 18 mil queixas, Ministério Público vai analisar fala de Bolsonaro

Depois de 18 mil queixas, finalmente a Procuradoria Geral da República deve investigar o  Deputado Jair Bolsonaro, por sua fala onde homenageou um militar torturados da época da Ditadura


Via: Parou Tudo

A Procuradoria-Geral da República diz ter recebido 17.853 reclamações contra a fala do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) durante a votação do impeachment, no domingo, 17, por causa disso decidiu instaurar um procedimento interno para investigar o caso.

De acordo com o UOL, a análise da conduta de Bolsonaro ficará sob responsabilidade do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pois, como Bolsonaro tem direito a foro privilegiado, ele só pode ser investigado ou processado pelo procurador-geral no âmbito do Supremo Tribunal Federal.

Na votação do impeachment, Bolsonaro homenageou o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, torturador da época da Ditadura Militar e um dos algozes da presidente Dilma Rousseff na época.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.