Xena deve ser abertamente lésbica em nova versão da série

 Renne O'Connor interpretava Gabrielle e Xena era vivida por Lucy Lawlles, na versão da década de 90 do seriado


Na década de 90, a série "Xena - A princesa guerreira" era sem dúvidas uma das coisas mais deliciosas de se assistir na TV, já que além de cheia de ação a série era divertida e bem original. A boa notícia é que a NBC deve ressurgir o seriado.

Se na época a relação entre a personagem principal, Xena, e sua pupila, Gabrielle, deixava algumas dúvidas, na nova versão ambas serão abertamente lésbicas, é o que disse Javier Grillo-Marxuach,  roteirista responsável pela atração.

"Não há razão para trazer Xena de volta se não for para explorar por completo um relacionamento que só podia ser mostrado no subtexto na primeira série, nos anos 1990. O seriado também vai expressar meu ponto de vista – e não é muito difícil saber como ele é se você pesquisar um pouco" afirmou Grillo-Marxuach, ao ser questionado por fans em seu Tumblr.

"Eu quero fazer algo que tenha frescor e novidade, mas que também seja respeitoso e remeta à sensação de diversão e aventura que era tão perfeita no original.” completou. “As duas personagens eram mulheres super-heroicas  que me atraíam como fã de ficção científica, fantasia e horror, como fã do gênero de aventuras mitológicas, e como fã de personagens cujas vidas e esforços eram inspiradoras”, finalizou.

Xena deverá ter seu primeiro episódio piloto gravado, e somente após a aprovação por parte dos executivos do canal, é que a série pode ir para frente. A previsão é de que ainda em 2016 o programa estreie na TV. 
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.