Homem que queimou casal gay não será processado por crime de ódio

Martin Blackwell atirou água quente no enteado e seu companheiro enquanto eles dormiam


Via: Parou Tudo

Martin Blackwell, que derramou água fervente nas costas de um casal gay que dormia, não será processado por crime de ódio. O motivo é porque o ataque ocorreu na Geórgia, Estado norte-americano em que não há lei que pune crimes por preconceito. O criminoso foi indiciado por crime de lesão corporal grave.

Uma das vítimas, Anthony Gooden, é filho da namorada de Blackwell, e estava dormindo com o namorado, Marquez Tolbert, em seu quarto após um dia de trabalho.

Tolbert ficou dez dias internado com queimaduras de segundo e terceiro graus e disse que a dor era tão grande, 24 horas por dia, que só conseguiu dormir por volta de 10 horas contando toda uma semana.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.