As 10 coisas mais absurdas que gays já tiveram que escutar


Texto: Julia Zanolli
Via: Catraca Livre

As frases preconceituosas estão por toda parte: na mesa de bar, no almoço de família, nos comentários de Facebook. Mas quando personalidades públicas se posicionam contra os direitos da comunidade homossexual todo mundo sai perdendo. Não é só "uma opinião", é homofobia. E homofobia mata um homossexual a cada 28 horas no Brasil.

Confira as frases mais absurdas que os gays já tiveram que escutar e a resposta do Catraca Livre a esses absurdos.

1. "Ter filho gay é falta de porrada", Jair Bolsonaro, deputado federal. 



2. O deputado Marco Feliciano falando para não assistir novela nem comprar Natura.



3. "Eu acredito que, para uma criança, a adoção é por uma família do conceito que eu a tenho, homem e mulher", Pastor Everaldo, candidato à presidência da República nas últimas eleições. 



4. "A AIDS é o câncer gay", Marco Feliciano.



5. "Aparelho excretor não reproduz", Levy Fidelix, candidato à presidência da República nas últimas eleições.



6. “Já vi muitos [homossexuais] se regenerarem. Conheço muitas mães que sofrem por terem filhos gays. É como um drogado tentando se recuperar”, Joelma, cantora da banda Calypso.



7. "Prefiro que meu filho seja macho", Cláudia Leite, cantora.



8. "Se um casal homossexual vier morar do meu lado, isso vai desvalorizar a minha casa", Jair Bolsonaro.



9. "Amo os homossexuais assim como amo os bandidos", Pastor Silas Malafaia.



10. "Antes pegador que veado, né?", Caio Castro, ator.



Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.