A diferença entre sexo, sexualidade e gênero

Vamos discutir um pouco sobre as diferenças entre sexo, sexualidade e gênero




Nesse post vamos definir de forma clara e rápida algumas coisas sobre sexo, sexualidade e gênero. Para mim isso é complicado as vezes e até dá um nó na cabeça, mas nada que um pouco de mente aberta não ajude. Vai deixando seus conceitos de lado, abrindo bem os olhos e acomapanhando essa delícia com a gente.

Começando pelo sexo, que nada mais é do que algo biológico, ou seja, a função reprodutora explícita pela sua genitália externa e interna, exatamente isso aqui que vocês tem entre as suas pernas ~ esse é o seu sexo. O "sexo", nesse sentido que estamos falando, pode sim ser alterado, para isso existem as cirurgias específicas de readequação sexual, quando seu sexo e seu corpo não correspondem com o gênero que sua cabeça se identifica. Calma que no final vamos falar de gênero.

Agora vamos falar de sexualidade, essa por sua vez é psicológica e pode ser caracterizada pela atitude e pela preferência por pessoas do sexo oposto, de ambos o sexo, do mesmo sexo ou por nenhum deles.  Acreditasse que  a sexualidade é um fator genético, por isso chamamos de orientação sexual e não opção sexual, traduzindo: ninguém escolhe a sua sexualidade, logo eu nascido gay não posso simplesmente escolher mudar de sexualidade e me tornar hétero ~ e vice versa. Na realidade o que é opcional é a aceitação ou a rejeição pessoal a sua sexualidade e que pode gerar alguns traumas, tanto por assumir ou não sua sexualidade. 

E agora o gênero, que na minha opinião é mais complicado de entender pelo motivo de que gênero é algo sociológico, em termos do papel social exercido, ou como você se projeta na sociedade. Calma que vou explicar. O gênero refere-se a identidade adotada, podendo ser explicitado pela sua documentação oficial, pela maneira como você se veste e etc. O psicólogo e sexologista John Money criou ainda a expressão papel de gênero (gender role) em 1955, que ajuda a entender melhor o gênero dentro do nosso contexto atual: "A expressão papel de gênero é usada para significar tudo o que a pessoa diz ou faz para evidenciar a si mesma como garoto ou homem, como garota ou mulher, respectivamente.". Eu posso ser nascido garoto, mas me identifico com o gênero feminino e por isso passo a expressar isso através do meu comportamento.

A ideia de gênero como masculino e feminino é válida, mas para quem não sabe existem ainda outras diversas nomenclaturas de gênero além dessas duas. O mais importante é entender que gênero  e sexualidade não precisam andar de mãos dadas com o que alguns entendem como "normal". Logo, um ser do sexo masculino (pinto entre as pernas), pode ter uma orientação sexual homossexual (sexualidade) e se relacionar com indivíduos do mesmo sexo, mas socialmente ele se identifica e se expressa com o gênero feminino, logo pode ter uma aparência feminina nas roupas, comportamento e etc. 
Deu pra entender?

Já aviso que esse é um processo lento e de desconstrução e please, aos estudiosos do assunto, aceito dicas e complementos para o texto, desse pobre blogayro metido que só resolveu compartilhar o pouco que sabe ~ ou pensa que sabe.

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.