Vocês vão chorar: namorado faz flash mob lindo para pedir o companheiro em casamento



Sabe aquele vídeo que tal hora os olhos enchem d'agua?! Cá temos um exemplo disso. 
Não por um acaso flash mobs tem sido mais constantes como alternativa para pedir alguém em casamento, é tudo simplesmente tão lindo.
Em Nova York, Mark resolveu adotar essa ideia para pedir o namorado Yuval em casamento. Com a família de ambos sabendo de tudo e dando total apoio, o cara organizou tudo e ainda arrancou lágrimas e um "sim" do namorado ~ e da gente.

"Mark decidiu surpreender Yuval planejando um espetáculo de dança flash-mob, para fazer uma proposta romantica para Yuval. Sua família e amigos estavam com ele por meses, Mark estava planejando e todos eles mantiveram o segredo. ", diz um trecho da descrição do vídeo.

"13 de dezembro de 2015, foi um raro dia de primavera em Nova York. A família de Mark e Yuval fez planos para ir para almoçar no restaurante do Bubby, perto do Gansevoort Plaza, no Meatpacking District de Manhattan " e foi aí onde a surpresa aconteceu.


Até então Yuval não fazia ideia do que estava acontecendo, até que durante o flash mob, Mark é convidado a participar da dança de "Marry Me", música do Bruno Mars onde a letra fala sobre um pedido de casamento. Quando finalmente a ficha cai, por volta dos 3 minutos e 36 segundos, o moço se acaba de tanto chorar ~ e eu aqui do lado fazendo o mesmo.

O casal espera que sua proposta possa "servir como um exemplo de como belo e romântica um relacionamento amoroso pode ser, e inspirar outros com amor e alegria, não importa o sexo ou sexualidade do casal. Amor é amor, e quando ele está certo, apaixonado e profundo, é uma alegria para comemorar." finaliza a descrição do vídeo.

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.