Segundo pesquisa cresce o número de homens que se identificam como bissexuais




Olha que coisa mais gostosa gente, o número de homens e mulheres declaradamente bissexuais tem crescido de acordo com uma pesquisa feita pelo Centers for Disease Control and Prevention (CDC) - Centro de Controle e Prevenção de Doenças.  
"Como a consciência sobre a bissexualidade tem continuado a crescer ao longo dos anos, pode estar ficando mais fácil para as pessoas a rotular-se como bissexual", disse Debby Herbenick, professor associado da Universidade de Indiana.

Pesquisadores do CDC questionaram mais de 9.000 pessoas nos Estados Unidos entre as idades de 18 e 44 sobre os tipos de experiências sexuais que tiveram, se eles são atraídos por pessoas do mesmo sexo ou  do sexo oposto e se eles identificam como sendo, gay / lésbica ou bissexual. Os levantamentos foram realizados entre 2011 e 2013 no âmbito do Inquérito Nacional de Crescimento Familiar do CDC. Agora vamos as resultados:

1,3% das mulheres e 1,9% dos homens se identificaram como homossexuais, índices similares ao levantamento anterior realizado entre 2006 e 2010. No entanto, um maior número de mulheres e homens se identificaram como bissexuais. Desta vez, 5,5% das mulheres e 2% dos homens, em comparação com 3,9% e 1,2%, respectivamente, no último levantamento.

Mais mulheres relataram ter tido contato sexual com outras mulheres: 17,4% na pesquisa atual em comparação com 14,2% nos anos de 2006-2010.

"Certamente não é uma ideia nova que mulheres e homens podem ser atraídos para mais de um gênero", Herbenick disse à CNN. "Mas isso não significa que é uma orientação fácil de adotar. Mulheres e homens que se auto-identificam como bissexuais são um estigma não apenas para os heterossexuais, mas também para os homossexuais ", disse ela.

Agora a perguntinha básica: será que aqui no Brasil também cresceu o número de bissexuais?
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.