Paulo Gustavo e seu casamento sem beijo



Paulo Gustavo amando e odiado né migas? Eu mesmo conheço gente que adora ele, outros porém sentem pavor só de ouvir falar. Boatos de que como pessoa é super abusado, eu como não conheço pessoalmente prefiro não dizer nada, já a galera da comunidade LGBTXYZ simplesmente não suporta ver o cara.

Entre as alegações estão a declaração dele de que não levanta bandeira gay, e o fato de seus personagens tirarem onda com os gays e principalmente as afeminadas. Mas enfim, o babado de hoje é o casamento dele com o dermatologista Thales Bretas que rolou no último domingo, lá no Rio de Janeiro

O fuá já começou quando ele não convidou ninguém da equipe técnica, ao menos foi o que noticiaram vários sites. Entre seus 500 convidados muitos famosos e na hora da festa mais babados. Os celulares dos convidados foram confiscados na entrada, como manda o figurino os dois entraram ao som da marcha nupcial e de braços dados (eu disse braços e não mãos tá?!).

Não teve juiz de paz nem nada, nem madrinha ou padrinho, eles só leram seus discursos e juras de amor e falaram sobre a aceitação da família (ao menos os pais dos noivos estavam lá). Depois da troca de alianças veio o momento do beijo, mas que também não rolou.

Um abraço no final selou a cerimônia rápida, frustrando que esperava um beijo entre os noivos. Daí teve a Regina Casé fazendo discurso, depois todo mundo foi dançar, beber, teve show da Anitta, DJ, e o final das contas os noivos estavam "bem felizes, mas contidos" como afirmou um dos convidados ao Extra Online.



Juro que não vou criticar o "casamento" do moço, até porque não fui convidado ~ ainda bem ~ e nem tenho condições de dar palpite ou falar do casamento dos outros, mas já fiz um apontamento básico para o dia em que eu casar, baseado nesse fuá todo aí do Paulo Gustavo.

1. Vai ter beijo, pelo motivo de que a festa é minha, o casamento é meu, o amor é meu e tenho direito de celebrar isso, independente se alguém vai gostar ou não.

2. Vai ser oficial, nada de brincadeira, vai ter juiz, vai assinar papel e se vacilar ainda chamo um pastor da Igreja Inclusiva pra celebrar o babado e dizer que Gzuz ama os gays (sou evangélica manas)

3. Que não quiser ver dois homens se beijando que não vá para um casamento de gays, afinal, viado é o que não vai faltar lá, e sei beijando então, nem se fala.




Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.