Padre Fábio de Melo supera seus preconceitos e tira foto ao lado de travesti



Via: A CAPA

O encontro inusitado aconteceu no último fim de semana em meio ao aniversário da cantora Alcione, no Rio de Janeiro
Enquanto nos EUA Pastor evangélico sugere executar gays por um "Natal livre de Aids", aqui no Brasil temos pelo menos um motivo para comemorar.

Mais do que uma foto, o relato do padre/gato/boy magia Fabio de Melo narra a linha de raciocínio de um católico que se vê em conflito entre os ensinamentos que aprendeu na bíblia e os preconceitos que as pessoas carregam invariavelmente sem perceber.
Fabio contou que durante o pouco tempo em que esteve na festa, notou uma travesti olhando para ele. "Vou confessar publicamente minha a hipocrisia. Meu Deus do céu, se esse rapaz pedir para tirar uma foto comigo? Como vou reagir?"
O padre continuou dizendo que começou a notar a sombra vindo em sua direção e que o seu preconceito e medo de exposição vieram à tona. "Que coisa horrorosa isso em nós. Como se eu fosse melhor. Isso é mesquinho, é vergonhoso o que eu estou dizendo." 
A travesti chegou até o padre e perguntou se ele costumava tirar fotos com "pecadores." "Eu respondi, mas é claro e abracei ele e tiramos a foto. Antes de sair, ele disse 'eu não acredito que o senhor permitiu'. E os olhos dele estavam emocionados."
Depois do episódio, o padre contou que Maria Helena, irmã de Alcione, falou a ele sobre a travesti, que se chama Luana Muniz.
"Ela disse que ele mora na Lapa e criou um grupo que alimenta e recolhe todos os miseráveis daquela região. Quando ela me contou, eu comecei a unir as coisas dentro de mim. Eu não entro no mérito da questão da vida que ele leva, vamos deixar que Deus faça isso. Não sou síndico da Eternidade. Agora, que é um tapa na cara da gente, é?", conclui o padre.
Uma curiosidade: A famosa frase "travesti não é bagunça" ficou famoso por conta desta mesma travesti que apareceu uma vez no programa "Profissão Repórter". Depois de ver o quanto ela esta fazendo a diferença na vida das pessoas, só podemos concordar com a frase, de fato, travesti não é bagunça, travesti é gente como a gente e merece todo o nosso respeito.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.