Halloween da Box com Daniela Mercury termina antes da hora e clientes ficam revoltados



O Halloween da Music Box, que já faz parte do calendário de eventos do público queer da capital cearense, realizado ontem, 07, na barraca de praia "Biruta" na Praia do Futuro teve um final inesperado (se segurem que o fuá foi grande)
A festa que tinha como atração principal a diva do axé Daniela Mercury foi interrompida por volta das 3:30 da manhã de hoje sem nenhuma explicação plausível.

Logo após o show da cantora baiana (que foi maravilhosa como sempre) a festa foi interrompida e o som desligado sem nenhuma explicação. De acordo com a programação, o evento se estenderia até o amanhecer, contando ainda com a apresentação de DJ's, entre eles Guilherme Guerreiro (The Week), o que infelizmente não aconteceu. (que coisa mais chata né gente?)

No evento da festa no Facebook as reclamações não param, o público reclama da falta de organização, dos preços abusivos dos ingresso e das bebidas e claro, do fim antecipado da festa. 



O público reclamou ainda que mesmo após a interrupção da festa, a organização não explicou nada o que havia acontecido, alguns passaram cerca de 30 minutos no local esperando a festa retomar, até perceberem que isso não aconteceria e terem ido embora.

A Music Box publicou um comunicado no evento, massem grandes explicações. O blog entrou em contato com os organizadores para saber mais detalhes sobre o acontecido mas até a publicação dessa matéria ainda não obtivemos resposta. Por outro lado teorias surgem tentando explicar o acontecido. 

Abaixo vocês conferem a nota emitida pela Boate Music Box e o comentário de um dos clientes alegando que problemas com a prefeitura teriam ocasionado o fim da festa.





ATUALIZAÇÃO

Na tarde de hoje, 08, a casa  publicou uma nota oficial explicando o acontecido. Confira abaixo :


[COMUNICADO OFICIAL]
O Music Box Club comunica a todos os presentes na noite "Rainha Má, O Baile", show de Daniela Mercury e DJ's locais promovido no último sábado (07 de novembro), que a programação foi interrompida de maneira arbitrária por fiscais da Seuma - Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Fortaleza.
A produção do evento atesta que, após denúncia anônima, fiscais do referido órgão adentraram a Barraca Biruta durante a festa para executar medição de decibéis do local, concluindo na emissão um excesso de 5dBA ao limite permitido pela Lei 8097 de combate à poluição sonora. Em total obediência e concordância às normas, nossos técnicos de som reduziram o volume, solicitando, em seguida, que os fiscais verificassem novamente a taxa de decibéis no local do evento. Assim foi feito e uma emissão de 58.2dBA foi verificada, totalmente dentro do nível aceitável segundo a legislação de combate à poluição sonora da Seuma.
No entanto, sem qualquer medição realizada dentro do(s) imóvel(eis) do(s) autor(es) da denúncia - medida obrigatória para comprovar o incômodo sonoro, segundo a Lei 8097 de combate à poluição sonora -, ao término da apresentação de Daniela Mercury os fiscais tomaram o palco e proibiram qualquer uso do som, inclusive para comunicar o encerramento da festa ao público (mesmo com o som então de acordo com as normas da lei), sob pena de apreenderem equipamentos e darem voz de prisão a membros responsáveis pela produção da festa. Assim, a programação do evento, que deveria seguir até às 9h com line-up de DJ's, foi arbitrariamente interrompida pelos representantes do órgão municipal.
Como responsáveis pelo evento, garantimos que as devidas medidas já estão sendo tomadas na esfera judicial com o auxílio de nossos advogados, a fim de que todos os prejuízos, morais e materiais, sejam compensados. Contra qualquer boato, aqui afirmamos que toda a documentação para que a festa pudesse ser realizada estava regularizada, do alvará à própria autorização de utilização sonora emitida pela Seuma. Esses documentos comprovam a total legitimidade e idoneidade da programação promovida pela Music Box Club.
Para conferir na íntegra o que diz a Lei 8097, e em específico o artigo 3º da mesma, que prevê normas para o uso de som em "estabelecimentos comerciais", basta acessar o link: http://www.fortaleza.ce.gov.br/sites/default/files/lei_municipal_no_8.097_97_-_lei_de_combate_a_poluicao_sonora.pdf…Mais uma vez pedimos desculpas pelo aborrecimento causado e pedimos a compreensão e a paciência de todos na resolução do triste ocorrido.

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.