Membro do Psol no Acre diz que não filia homossexuais. Partido afastará o homofóbico

Foto: Adelcimar Carvalho/G1


Via: PAROUTUDO

A homofobia pode vir de todos os lugares, até mesmo de um partido liberal como o Psol, que abriga o único deputado federal do país abertamente gay.

José de Queiroz, de 64 anos, e que se dizia representante da legenda em Cruzeiro do Sul, no Acre, declarou em uma entrevista a uma emissora local, na quinta-feira, 1º, que não iria permitir que homossexuais se filiassem ao partido.

“Aceitamos filiação, desde que sejam de pessoas decentes e idôneas e que não tenham passado sujo. Porque quem nasceu filho da santa, continua filho da santa, e quem é filho da outra, continua sendo filho da outra. Como pessoa, eu não filio homossexuais, mas o partido é livre para aceitar qualquer pessoa. Por isso é PSOL, onde o sol nasce para todos”, disse.

A declaração preconceituosa e discriminatória caiu péssimo para Queiroz. O presidente regional do partido, Jamyr Rosas, disse que Queiroz não é diretor do partido, como se apresenta e, depois das declarações, deve sofrer sanções. Segundo o G1, Queiroz se filiou ao Psol em julho deste ano e fazia parte de uma comissão que formaria o diretório do partido na cidade.

“A gente repudia veemente essas declarações, não aceitamos e ele vai passar por sanções. Agora ele deve ser afastado e o processo vai ser encaminhado para o conselho de ética. Ele não tinha autorização para falar como presidente, não existe direção montada na cidade. Não tinha autorização para dar entrevistas”, enfatizou.

Ao G1, o homofóbico tentou se explicar e se contradisse. Segundo ele, a agremiação possui sete pessoas que são livres para filiar qualquer pessoa, porém, ele diz não aceitar a “prática homossexual”.

“Não interessa a posição e sexo ou a maneira que ele queira agir, porque cada um é dono de si. Porém, eu como evangélico, digo que não concordo com isso, mas tem sete pessoas e cada um filia quem quiser. A prática é que não aceito, mas tenho muitos amigos homossexuais, que a gente se dá muito bem. Mas, não concordo filiar gente assim”, enfatizou.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.