Kanye West sobre o mundo da moda: "fui discriminado por não ser gay”



Se você acha que difícil ser gay, correr dos homofóbicos, skinheads  e das lâmpadas fluorescentes de todo dia, vejamos o caso do Kanye West. Em entrevista para o site “SHOWstudio”, na última terça-feira (06/10), o rapper falou sobre como é difícil não ser gay e fazer parte do mundo da nova. “Eu acho que fui discriminado por não ser gay”, disse. Kanye que também é estilista e lançou recentemente sua segunda coleção de roupas.

O marido de  Kim Kardashian falou ainda sobre o rapper Frank Ocean que se assumiu gay: “Todo mundo achou que quando Frank Ocean assumiu ser homossexual, sua carreira estaria comprometida. Eu acho que é um clichê falar sobre ele quando voltamos ao tema, mas há pessoas que quebram barreiras e ele é uma delas. As pessoas que acabam com os estereótipos fazem história.” afirmou.

Outro assunto da entrevista foi o caso Caitlyn Jenner. “Quando fiquei sabendo, a primeira coisa que veio à minha cabeça foi um apresentador de rádio negro fazendo piadas, já que a cultura negra é, geralmente, homofóbica”, contou. “Depois pensei: ‘Foda-se o que as pessoas vão dizer. Foda-se o que as pessoas pensam’. Eu tenho orgulho de fazer parte de uma família que ajudou tantas pessoas por quebrar barreiras para as próximas gerações”, finalizou Kanye.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.