24 coisas mais sem noção para fazer (ou não) em um motel



Via: A CAPA

Transar é algo tão natural como comer, beber ou respirar. E motéis acabam sendo a opção - e às vezes o rumo inevitável - para quem não pode transar em casa, não tem local ou então para casais que querem apimentar a relação, divertindo-se na banheira, piscina e vendo a performance no espelho no teto.

 Mas, para muita gente, ir ao motel é uma experiência constrangedora. Afinal, o tabu em relação ao sexo faz muita gente quaaase brochar no momento entrar em um espaço conhecido por ser unicamente voltado ao prazer. Sim, aquelas pessoas vão transar! "Oh, que vergonha".

Quando se é gay e ainda está no armário, o medo de sofrer homofobia ou encontrar algum parente ou amigo hétero costuma aparecer. E muitos acabam passando por cada situação bizarra, sem noção e dignas de uma lista com as coisas mais absurdas para se fazer dentro de um motel.

É claro que, em se tratando de bizarrice, não há limites. Mas disponibilizamos abaixo vão 24 ações reais - sim, todas elas já aconteceram, baseados nos discursos de leitores e amigos - dentro de um motel. E lembre-se: não repita isso, pois é uó.  Ok? Vamos lá! 

 1- Bater a homofobia internalizada na entrada e dizer para a recepcionista que é a primeira vez que transa com outro homem

2- Continuar o discurso e dizer que o parceiro é o passivo

3- Deixar o parceiro de lado porque quer assistir novela ou reality show de culinária ao invés de curtir a dois

4- Bater na porta do vizinho de quarto e dizer com sorriso largo que é voyeur

5- Ver um gatinho no corredor com o namorado, se oferecer e oferecer o próprio namorado para uma suruba

6- Ir sozinho e querer levar o recepcionista para o quarto. Depois, perguntar se o segurança faz extra como michê

7- Bancar o encanado e ficar procurando câmeras dentro do quarto, atrás do espelho...

8- Querer levar alguma lembrancinha do espaço - e levar mesmo.



9- Tirar foto dentro da banheira, ou no espelho antes ou depois do sexo e publicar nas redes sociais

10- Ligar na recepção e reclamar que o xampu do motel não é para cabelos secos (bicha, pare!)

11- Pedir algum serviço pelo telefone e abrir a porta peladão para pegar a batata frita

12- Falar que já esteve naquele mesmo quarto com o ex e ficar relembrando. Chamar o parceiro pelo nome do ex e coisas do tipo que envolvam o ex.


13- Não conseguir gozar com o namorado. E se excitar mais assistindo ao filme pornô bagaceira da TV (acontece, eu sei, mas se ponha no lugar do parceiro)

14- Beber a cerveja e depois reabastecer com xixi para não pagar (tem gente que faz isso mesmo?)

15- Se oferecer para pagar a conta e, na hora de pegar a carteira, dizer que esqueceu o cartão em casa (olha o doce viu? essa linha do truque é uó)

16- Tentar pagar com ticket refeição (não vamos te julgar por isso)

17- Encher a barriga, passar mal e ficar indisposto pra transar. Uó...

18- Ir sonolento, querer dormir e só acordar na hora de a pernoite acabar. Uó também!



19- Passar cheque na banheira, na cama, na sauna, no chão do quarto (eu sei que isso é o máximo que pode sair de um cooh, mas vamos tentar evitar, certo?!)

 20- Dizer para a recepcionista que foi o parceiro quem passou cheque

21- Bancar o fofoqueiro e ficar especulando se tal amigo veio antes ou se algum famoso também esteve por lá



22- Acordar e não se lembrar onde está e nem quem é o bofe que está ao seu lado

23- Perguntar após a transa: "foi bom pra você?"

24- Mentir: "foi a melhor transa da minha vida, eu te amo".
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.