Ivete Sangalo sai em defesa dos direitos dos LGBT's



Que a Ivete Sangalo é rainha do axé isso a gente nem discute, enquanto Claudia Leitte ainda sofre com a fama de homofobia depois de revelar em entrevista que não queria que o filho fosse gay, Ivete saiu essa semana em defesa dos direitos LGBT em entrevista para o jornalista Bruno Astuto para a revista "Época".

Não entendo, nessa altura do campeonato, se discutir a orientação sexual de qualquer pessoa. É até uma ignorância. Tenho 22 anos de carreira, sempre tive fãs de todas as orientações sexuais. Na verdade eu nunca notei o gay, o hétero, sempre respeitei a minha relação com os fãs, que é de amor mútuo. Então, nunca segmentei qualquer parcela do meu público, nunca levei a orientação sexual de um fã, de um amigo, de alguém que trabalhe comigo, em consideração”, disse. A cantora contou ainda se sentir honrada pela boa relação que tem com o público gay.

“É uma honra. Tenho histórias lindas dos meus fãs que se descobrirem homossexuais. Muitos me contam que ao terem passado por problemas com suas famílias, eu de certa forma os ajudei com a minha música, com a minha arte, alegrando momentos difíceis pelos quais eles passaram. Já me disseram, inclusive, que eu ajudei a levar paz e alegria para seus corações…olha que bacana?”, revela. Logo em seguida Ivete criticou como alguns direitos são negados aos homos.

“De que adianta ter tudo na vida, se não se tem a liberdade de se relacionar com quem se quer, de externar o que realmente se sente? Estamos falando de direito e respeito. E é tão honesto você amar verdadeiramente uma pessoa, seja ela quem for, isso independe da sua escolha sexual. Para mim, soa até estranho abordar essa questão, porque ela é tão orgânica: você ama aquela pessoa e pronto, é muito simples. Não importa a altura, a cor, o sexo. É amor, puro e simples. Discutir isso é louco, é até ignorância”.

Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.