17 melhores empresas de tecnologia para profissionais LGBT



Via: Exame

Os Estados Unidos acabaram de aprovar o casamento gay em território nacional e a nova medida também pode lançar luz para o problema de inclusão destes profissionais nas companhias.

Isso porque, segundo um estudo realizado pela empresa de consultoria Santo Caos, 40% dos empregados LGBT já sofreram discriminação no trabalho.

Além disso, a pesquisa mostra que 38% das companhias ainda têm restrições para a contratação de homossexuais.

Pensando em dados como esses, a Fundação Human Rights Campaign (HCR) lançou o programa de igualdade no ambiente de trabalho por meio do Índice de Igualdade Corporativa (Corporate Equality Index), a fim de avaliar as melhores companhias com políticas contra a discriminação e assédio em funcionários gays, lésbicas, bissexuais e transexuais.

O índice classificou cerca de 4.500 empresas e organizações americanas de acordo com suas políticas, benefícios e melhores práticas para LGBTs.

Das mais de 300 companhias avaliadas em 100% neste ano, 72 se destacaram como os melhores ambientes de trabalho para empregados transexuais.

E o mais surpreendente é que muitas delas são do setor de tecnologia - o qual ainda conta com pouca representação feminina e de outras minorias, como hispânicos e negros.

Veja na lista a seguir as empresas com as melhores iniciativas e políticas contra a discriminação de profissionais LGBT:

1. Accenture
Presente no ranking de melhores empresas de tecnologia pelo mundo, a Accenture possui até uma página especial de carreira para falar sobre suas políticas e seu ambiente de trabalho para LGBTs.

2. Apple
A companhia liderada por Tim Cook, também homossexual, não poderia ficar de fora quando se fala em políticas contra a discriminação de profissionais gays, lésbicas, bissexuais e trans.
O CEO, inclusive, se compromete não só em garantir que seu ambiente de trabalho seja diversificado para este público, como também promete incluir mais mulheres em seus times de tecnologia.

3. AT&T
Mais do que apenas mudar seu logotipo em comemoração à legalização do casamento gay nos EUA, a AT&T também foi eleita como uma das melhores empresas para o público LGBT trabalhar.
A companhia ainda conta com o grupo LEAGUE, o qual ajuda a proporcionar um ambiente de suporte para empregados LGBT se desenvolverem profissionalmente.

4. Cisco Systems
A Cisco Systems também se compromete em criar o melhor ambiente com políticas de respeito aos funcionários gays, bissexuais, transexuais e lésbicas.
Na companhia, a organização dedicada a iniciativas para orientação e criação de políticas para profissionais LGBT é o GLBT&A.

5. Dell
A Dell conta com um programa de incentivo à diversidade chamado PRIDE.
Segundo a empresa, o grupo de funcionários costuma se reunir periodicamente para discutir formas de ampliar a inclusão de GLBTs (Gays, Lésbicas, Bissexuais, Transexuais e Transgêneros).

6. eBay
Entre as gigantes da internet, o eBay é uma das companhias que mais conta com diversidade em sua força de trabalho - na frente do Google e Facebook, por exemplo.
A empresa também já foi eleita pelo Glassdoor como uma das melhores organizações para funcionários LGBT.

7. Facebook
Apesar de neste ano o Facebook ainda não ter alcançado boas metas em diversidade, a companhia garante um local de trabalho e políticas que defendam os direitos LGBT.
O CEO da companhia, Mark Zuckerberg, chegou a participar da Parada do Orgulho LGBT em 2013 junto com mais 700 funcionários e lançou, no dia em que os EUA autorizaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo, a ferramenta "Celebrate Pride", para que qualquer usuário da rede social pudesse manifestar seu apoio ao movimento LGBT mudando a foto de seus perfis.

8. Google
Assim como o Facebook, o Google ainda não possui o melhor índice de diversidade em seu quadro de funcionários.
No entanto, a gigante da internet promete aumentar o número de mulheres e minorias em suas equipes e afirma que possui políticas para motivar, respeitar e incluir o público LGBT em sua força de trabalho.

9. Groupon
Além de alcançar boa pontuação pelo Índice de Igualdade Corporativa (CEI), o Groupon também apareceu na lista do portal Glassdoor como uma das melhores companhias para LGBTs trabalharem.

10. HP
A HP possui um grupo de funcionários dedicados à discussão sobre diversidade e inclusão desde os anos 1970, época em que foi criada uma política por igualdade de oportunidades na empresa.

11. IBM
A IBM chegou a ser eleita como a melhor companhia para homossexuais no Reino Unido em 2010 pelo Índice de Igualdade no Trabalho (em inglês, Workplace Equality Index -WEI) da Stonewall, grupo do movimento LGBT criado na Inglaterra.
Além de contar com DCOs (Diversity Contact Officer - funcionários responsáveis por tratar de assuntos sobre diversidade na empresa), a IBM também possui um grupo dedicado de empregados para discutir sobre o movimento, os direitos e melhores práticas para inclusão de LGBTs no trabalho chamado EAGLE.

12. Microsoft
Com mais de 2 mil membros globalmente, o GLEAM, grupo de funcionários dedicados ao público LGBT da Microsoft, promove encontros, prêmios, discussões e diversas outras iniciativas de inclusão para gays, lésbicas, bissexuais e transexuais na companhia.

13. Oracle
A Oracle é uma das poucas gigantes da tecnologia com uma CEO mulher, a executiva Safra Catz - o que já demonstra que ela tem um pouco mais de diversidade em seu quadro de diretores.
Além disso, a companhia também possui uma organização dedicada para tratar dos direitos e políticas para LGBTs chamada OPEN (Oracle Pride Employee Network).

14. Qualcomm
A Qualcomm também possui um grupo de suporte voltado aos profissionais LGBTs.
Chamado de eQuality, a rede de funcionários busca proporcionar um ambiente de desenvolvimento profissional seguro, educativo e amigável para este público.

15. Salesforce
É difícil ver a Salesforce de fora de algum ranking de melhor companhia para trabalhar. E a empresa não deixa a desejar quando o assunto é diversidade.
Com o grupo de funcionários chamado OutForce, a companhia convida funcionários e parceiros a promover a cultura inclusiva para estes profissionais.

16. Sony
O grupo de suporte de colaboradores da Sony foi criado por ninguém menos que Tristan Higgins, diretora do departamento legal da Sony Electronics.
A executiva é uma reconhecida líder da luta do movimento LGBT e chegou a ser homenageada pela National LGBT Bar Association.

17. Yahoo
No Yahoo, o grupo responsável por promover a diversidade no mundo LGBT é o Yahoo Pride.
Em depoimento sobre as iniciativas de diversidade para esse público na companhia, o recrutador de vendas global da empresa, Robert Morris, conta que a empresa busca trazer a discussão sobre o movimento LGBT a nível global em sua organização, e que as iniciativas não são apenas discutidas, mas também colocadas em prática.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.