Pool party é acusada de discriminação por cobrar ingresso apenas de gays acima de 40 anos



Via: A CAPA

Uma pool party voltada para o público gay, que ocorreu no fim de abril em luxuoso hotel de Miami, na Flórida, está sendo alvo de uma polêmica envolvendo o público maduro. Tudo porque ela resolveu cobrar a entrada apenas de homens acima de 40 anos.

Apesar das críticas de discriminação, a The Impulse Group - organização sem fins lucrativos que visa a prevenção de DST-Aids - afirma que a taxa exclusiva de 50 dólares seria uma doação para projetos da organização.

Ela também argumentou que é comum no sul da Flórida ONGs cobrarem menos dos mais jovens com o objetivo de estimular que eles se envolvam mais nas questões LGBT. Mas muita gente viu a taxa com o objetivo de evitar que homens mais velhos estivessem por lá.

"A impressão não é que eles queriam que os mais velhos fossem os patrocinadores da festa, mas que eles não estivessem lá de jeito nenhum. Só jovens e lindos, né? Qual é o próximo passo, deixar de fora quem não foi sarado", escreveu um internauta.

"Sem nem entrar na questão da legalidade da taxa, é uma chocante e vergonhosa tentativa de excluir as pessoas maduras. Mais um exemplo de falta de noção da nossa comunidade, além das inúmeras discriminações que já enfrentamos", escreveu Ed Stevens ao site South Florida Gay News.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.