Igreja americana se recusa a batizar bebê por ele ter dois pais



Diga "oi" para essa coisinha fofa da foto, ele se chama Jack McCaffrey. Este bebê loiro, de olhos azuis e que dá vontade de levar pra casa nasceu em Outubro do ano passado e é verdadeiramente um poço de alegria, de acordo com seus pais. Mas os líderes na Igreja Catedral de St. Luke, em Orlando, negaram a entrada dele no Reino dos Céus porque... ele tem dois pais.

O batismo de Jack havia sido programado para o dia 19 de Abril, e até lá tudo estava indo muito bem, até que na quinta-feira, três dias antes do batismo, um dos representantes da Igreja chamou os pais para que informar que a cerimônia não poderia prosseguir como planejado.

"Havia membros da congregação que se opuseram ao batismo de Jack" escreveu Rich McCaffrey (pai do bebê) em um post no Facebook. Depois eles descobriram que o problema e real motivo da recusa em batizar o bebê era o fato dele ter dois pais.

"Três dias antes nosso filho deveria ter sido batizado," disse Rich McCaffrey. "Naquele momento, ele era negado pela igreja, que negou seu ritual de batismo e de ser reconhecido como um cristão. Eu fiquei sem palavras, irritado, e com o coração partido." afirmou um dos pais.

Após a postagem de McCaffrey no Facebook ter se tornado um viral, os oficiais da igreja tiveram uma mudança de opinião e uma onda de amor cristão deve ter preenchido o coração deles, já que logo em seguida divulgaram um comunicado afirmando que, pensando bem, a Igreja Catedral de St. Luke estaria feliz em realizar o batismo de Jack.

Rich e Eric McCaffrey, pais do bebê, sendo verdadeiros cristãos, disseram que estão dispostos a perdoar os oficiais da igreja e já planejam o batizado de Jack para este verão.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.