Morre filho de casal gay agredido em escola de SP

Foto: Arquivo Pessoal

Em com imensa tristeza que noticiamos a morte do adolescente de 14 anos agredido por "colegas" de escola na última quinta-feira, 05, em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo. Peterson Ricardo de Oliveira, faleceu na tarde de hoje, 09, após passar quatro dias em coma devido um aneurisma cerebral provavelmente provocado pela agressões.

De acordo com Márcio Nogueira, pai do garoto, o jovem o sofria preconceito na escola por ser filho de um casal de gays, o irmão mais novo de Peterson presenciou toda a agressão. Porém segundo o delegado Eduardo Boiguez Queiroz, da delegacia de Itaquaquecetuba, o menino teria passado mal horas depois de ter sido agredido. “Ele brigou com alguns garotos na entrada da escola e passou mal quatro horas depois. Ele brincou, assistiu aula e depois passou mal. Ele já tinha um aneurisma. Não podemos afirmar que ele passou mal por conta da briga”, afirmou o delegado.

A morte de Peterson ainda é motivo de um empasse entre a os órgão públicos e a família do garoto. A Secretaria Estadual de Educação e a Secretaria Estadual de Saúde negam a versão apresenta pelos familiares, e a Secretária de Educação informou que não há nenhum registro de agressão dentro da escola onde ele estudava.

Já a Secretaria de Saúde confirma que o jovem deu entrada na quinta-feira (5) no Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos com parada cardiorrespiratória e que ele teria passado por um processo de reanimação. Exames feitos no garoto também constataram que ele teve hemorragia.
Share on Google Plus

Editor Blog Para Mocinhos

Thiago Silva - Estudante de jornalismo, 20 e poucos anos, curioso e extremamente gay além de editor e criador do Blog Para Mocinhos. Nos ouvidos um bom eletro pop e um pouco de indie rock, nos olhos um filme qualquer e uma boa companhia, e no coração alguma coisa que nem eu sei o que é ainda.